República Notícias

Advogado de Bolsonaro fala demais e compra briga com a maioria da direita

COMPARTILHE:

O advogado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Fabio Wajngarten, usou suas redes sociais nesta quinta-feira (20), para relatar que “um amigo de longa data tomou 2 tiros” nesta quarta-feira (19), após uma tentativa de assalto em Moema (SP). Ele contou o episódio de violência, desabafou sobre as reais necessidades da cidade, principalmente, na área de segurança pública, e sem citá-lo nominalmente, criticou a pré-candidatura de Pablo Marçal (PRTB) à Prefeitura de São Paulo.

Wajngarten já sofreu duas tentativas de invasão em sua residência, na capital paulista.

ANÚNCIO

– Um amigo de longa data tomou 2 tiros ontem [no] fim de tarde em Moema, em SP. Moto com garupa parou, pediu relógio, e atirou nos vidros laterais e traseiros. [O amigo] quer deixar o Brasil – disse o advogado em seu perfil na rede social X.

Em seguida, ele subiu o tom e fez um desabafo.

– Após a minha noite muito mal dormida temos o seguinte: a cidade precisa erradicar, com tolerância zero, a violência contra o cidadão. A cidade não precisa de coach p**** nenhuma. A cidade precisa de linha dura na segurança pública, o resto, ninguém melhor do que o prefeito para atender demandas de saúde, educação, transporte, etc. Chega de palhaçada e reality show – disparou Fabio Wajngarten.

ANÚNCIO