República Notícias

Moraes ‘arrega’ de decisão após seus aliados denunciarem suas tiranias

COMPARTILHE:

O Xandão, Alexandre de Moraes, nesta quarta-feira (19) se ‘arrependeu’ da censura e mandou as redes voltarem a divulgar um vídeo e dois textos jornalísticos com denúncias da ex-mulher de Arthur Lira (PP-AL) contra o deputado e presidente da Câmara.

Na decisão, Moraes escreveu que, após o bloqueio dos links (URLs), verificou que a alegação da defesa de Lira não era procedente. A defesa dizia que o material estava sendo divulgado de forma coordenada e orgânica. Para Moraes, se verificou que não houve ação orquestrada.

ANÚNCIO

“Após a realização dos bloqueios determinados, as informações coletadas demonstram que algumas das URLs não podem ser consideradas como pertencentes a ‘um novo movimento em curso, claramente coordenado e orgânico, e nova replicagem, de forma circular, desse mesmíssimo conteúdo ofensivo e inverídico’, como salientado pelo requerente”, escreveu o ministro.

O vídeo que Moraes mandou que volte a ser divulgado era do canal do jornal “Folha de S.Paulo” no YouTube. Os textos são dos portal Terra e do site Brasil de Fato. A decisão, no entanto, não faz referência ao vídeo excluído do canal Mídia Ninja.

Moraes havia retirado do ar reportagens sobre Lira

ANÚNCIO

O material bloqueado anteriormente eram dois vídeos e uma matéria jornalística que traziam acusações feitas por Jullyene Lins, ex-mulher de Lira.

A decisão atingiu vídeos divulgados pelo canal do jornal “Folha de S. Paulo” e da “Mídia Ninja” no Youtube e ainda uma reportagem do “Portal Terra” que reproduzia texto da “Agência Pública”. O material foi divulgado entre 2021 e 2023.

Agora, após sofrer pressão e ser acusado de ‘Censura’ pelo maior Jornal impresso do país, Moraes autoriza que esses vídeos voltem a ser divulgados nos canais. Em contraditório, a Jovem Pan foi brutalmente assassinada pelo ministro, que não voltou atrás.

ANÚNCIO