República Notícias

Viagens de filhos do Lula gastam quase R$6 milhões dos cofres públicos

COMPARTILHE:

Viagens dos filhos de Lula custam R$ 5,6 milhões aos cofres públicos em dois anos de governo.

As viagens dos filhos do presidente Lula já geraram um custo de R$ 5,6 milhões para os cofres públicos no atual governo, considerando apenas as despesas com diárias e passagens dos seguranças.

ANÚNCIO

Este ano, até 11 de maio, os gastos com 64 viagens somaram R$ 1,15 milhão, projetando uma despesa de R$ 3,2 milhões até o final do ano. Em 2023, os custos atingiram R$ 4,3 milhões (em valores atualizados). Assim, em dois anos completos de governo, os filhos de Lula terão gasto R$ 7,5 milhões dos cofres públicos. A informação é do portal Gazeta do Povo.

O número de seguranças por viagem, que chegou a 33, foi reduzido para um terço disso. No entanto, despesas significativas como aluguel de veículos e hospedagem para os seguranças não são divulgadas, o que sugere que os gastos reais são ainda maiores. Esses dados são liberados apenas após o término do mandato presidencial.

A maioria das viagens dos filhos de Lula este ano foi para a cidade de São Paulo, totalizando 13 deslocamentos e um custo de R$ 335 mil. Considerando as sete cidades paulistas visitadas, as despesas somam R$ 420 mil. Em segundo lugar estão as viagens para Manaus, com um custo de R$ 245 mil.

ANÚNCIO

Somando com os voos para Rio Preto da Eva (AM), pequena cidade próxima à capital, no valor de R$ 67 mil, o total de despesas com viagens para o Amazonas chega a R$ 312 mil. As passagens para Manaus são também as mais caras, com doze delas custando mais de R$ 6 mil e uma chegando a R$ 7,2 mil, valor suficiente para uma viagem a Nova Iorque.

Outros destinos caros incluem Maricá (RJ) com R$ 135 mil, Brasília com R$ 101 mil, Aracaju (SE) com R$ 75 mil e Campinas com R$ 66 mil. A passagem mais cara foi para Maricá, custando R$ 8,5 mil, valor suficiente para pagar um voo para a Europa. Naquela viagem para Maricá, que durou dez dias em março, as despesas somaram R$ 89 mil, com os familiares de Lula escoltados por nove militares liderados por um major do Exército.

No início do atual governo, os nomes de três filhos do presidente, Lurian Cordeiro, Luís Cláudio e Marcos Lula da Silva, foram divulgados no Portal da Transparência. De março a junho de 2023, foi possível identificar 46 viagens com os nomes dos familiares de Lula, totalizando R$ 184 mil em gastos. Eles estiveram no Rio de Janeiro, Brasília e Aracaju. A partir de julho de 2023, os nomes dos familiares foram colocados sob sigilo, e atualmente, apenas o destino, número e nome dos seguranças, e os valores das diárias e passagens são divulgados. Os nomes dos familiares continuam em segredo de Estado, com base na Lei de Acesso à Informação.

ANÚNCIO

Após os dois primeiros mandatos de Lula, as despesas do presidente e de seus filhos foram reveladas. Em abril de 2003, logo no início do primeiro governo, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) solicitou à Presidência a locação de quatro veículos Vectra ou similar, dois com motoristas, por 30 dias para atender às necessidades de segurança dos familiares do presidente em Florianópolis.

A segurança era mantida 24 horas por dia, incluindo despesas com horas extras e hospedagem dos seguranças.

Outras solicitações incluíram dois veículos com motoristas para os familiares do presidente por 15 dias em abril. Algumas viagens tinham datas coincidentes, fornecendo carros e seguranças para vários filhos do presidente ao mesmo tempo, em diferentes locais do país.

ANÚNCIO