República Notícias

VITÓRIA! Luciano Hang vence portal de notícias em ação judicial que destruiu sua imagem

COMPARTILHE:

A polêmica decisão judicial que ordenou ao portal Metrópoles a retirada de reportagens que revelavam mensagens de empresários em um grupo de WhatsApp, foi vista pelo portal como ato contra a liberdade de imprensa, o que não é verdade.

A reportagem, publicada em agosto de 2022, acusava os empresários de apoiar um suposto golpe de Estado, o que resultou em uma série de medidas drásticas contra eles: bloqueio de contas bancárias e de redes sociais, além de buscas e apreensões em suas residências por ordem judicial.

ANÚNCIO

O impacto para os empresários foi devastador, com prejuízos financeiros e sociais, além do constrangimento público.

O caso ganhou destaque com a ação judicial movida por Luciano Hang, um dos empresários citados na reportagem. Ao analisar a ação, o juiz catarinense entendeu que a reportagem atribuiu ao empresário “notícias falsas e caluniosas” e atribuiu a ele “um golpe de estado”. Na visão do magistrado, a reportagem não apresentou “quaisquer provas” da conduta antidemocrática de Hang.

O juiz escreveu que a liberdade de expressão “não se confunde com a possibilidade de externar agressões e praticar abuso do referido direito”. “Entendo, em verdade, que os comentários foram abusivos e totalmente deliberados”, decidiu.

ANÚNCIO